terça-feira, 4 de março de 2008

Q bom crescer e ñ perder a inocência de criança...

Eu sou assim,crescer ñ modificou o meu jeitinho de ser,nem tão pouco mudará.Isso é uma característica minha q jamais irei perder.Levo a vida sorrindo,cantando e contando as horas pra comer aquele delicioso bolo de chocolate.E sem contar no amor.Ahhh...o amor!Esse me deixa de pernas bambas,ofegante,sem palavras,anestesiada,sem razão e sem juíso,sem falar nas tremedeiras q me deixam sem graça.Realmente sou uma eterna criança,uma eterna boba e uma eterna apaixonada.

Bjinhos,
Lú.

Nenhum comentário: